quinta-feira, 14 de abril de 2016

Viagem dentro de nós


Entraste em mim
como um rio que passa
galgando as margens
em busca do mar.
Atravessámos toda a corrente
como dois madeiros presos
até chegarmos a um areal
à hora da praia-mar.
Aí encontrámos a nossa casa,
o nosso mundo,
o modo certo de estarmos.

Então chegou a vez de ser eu a entrar em ti
e de, por fim, nos amarmos.

SS


1 Comentários:

Às 23 de maio de 2016 às 17:34 , Anonymous Anónimo disse...

minha vem amada eu nun çou pueta ilere amequsta muuitu,,,,,lá buare e cumigu nun puede iscriber outra qoizilhas...uandas as outra gaibotinnha paçara´n apoetas tanvem
mais doqe istu nun sei fazer
mas arrasstu me aus ceus pez e asmihass azas avertas para as ouutas

oseu GABION

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial